Planejamento previdenciário: quem deve fazer e qual o valor

Você sabia que com um bom planejamento previdenciário é possível se aposentar recebendo um valor planejado?

Sumário

Isto mesmo, o INSS possui um teto mínimo e máximo de aposentadoria, porém fazendo um planejamento, você consegue se organizar para alcançar um valor ideal a receber para a hora de se aposentar.

Mas, afinal, como funciona e para quem é indicado um planejamento previdenciário? Diferente do que as pessoas pensam, esse tipo de serviço não é somente para quem já está quase se aposentando, é também para quem pensa em um dia se aposentar e quer garantir uma quantia confortável para esse período.

Além disso, é na elaboração do planejamento previdenciário que podemos identificar os erros constantes nas bases de dados do INSS e já definir quais medidas serão necessárias para regularização dessas pendências. Afinal, qualquer erro ou pendência pode indeferimento da sua aposentadoria, atraso e, ainda, valores menores a que você realmente tem direito. 

Por isso, confira neste conteúdo tudo sobre o planejamento previdenciário, desde como funciona, suas vantagens, até o valor que normalmente custa esse tipo de serviço. Boa leitura!

O que é o planejamento previdenciário

Planejamento Previdenciário é um estudo individualizado de todo o seu histórico previdenciário e laborativo, onde serão identificadas todas as possibilidades de aposentadoria considerando hipóteses de direito adquirido pelas regras anteriores à reforma da previdência, bem como as regras vigentes. 

Da mesma forma, são analisadas as pendências junto ao INSS, realizadas as projeções de valores que você poderá receber de aposentadoria no futuro, definição da forma de contribuição e da alíquota de pagamento para que você tenha o melhor retorno financeiro, com o menor investimento possível. 

No Brasil existem algumas possibilidades de aposentadoria e por isso, o contribuinte precisa estar atento para entender como funcionam as regras e qual tipo de aposentadoria seria a mais vantajosa para sua situação.

Dessa forma, o planejamento previdenciário tem como parte principal a análise de todas as informações do contribuinte ao longo do seu tempo de trabalho, cujo objetivo é entender qual a forma mais vantajosa de se aposentar.

Portanto, esse planejamento, que é um documento, busca fazer projeções futuras para conseguir orientar o segurado a alcançar um valor confortável para a sua aposentadoria. Nele, é avaliado se você já cumpre requisitos para algum tipo de aposentadoria imediata ou se ainda precisará contribuir ou mesmo aguardar a idade para se aposentar.

Além disso, o planejamento permite que você já esteja ciente dos requisitos para conseguir se aposentar, dentre eles a documentação necessária.

Para que serve o planejamento previdenciário

Este documento serve para que você, como o segurado, consiga entender em qual tipo de aposentadoria você pode cumprir os requisitos mais rapidamente, e quando você deve contribuir para lá na frente, na hora de se aposentar, receber um valor confortável.

Dessa forma, você evita frustrações, como uma aposentadoria menor do que você de fato teria direito, atraso no momento de se aposentar, e a mais temida, o indeferimento injusto do seu pedido no momento em que você mais precisa. 

Ainda, nos casos em que é possível definir os valores das contribuições, nós podemos estabelecer junto com o segurado qual será a sua renda de aposentadoria, ou seja, vamos definir sobre qual valor você deve contribuir agora para que no momento da sua aposentadoria você receba o valor pretendido. 

Ou seja, com o planejamento previdenciário você consegue projetar o futuro valor a ser recebido, entendendo o que é preciso fazer hoje para chegar a essa quantia de aposentadoria.

Como funciona o planejamento previdenciário

Na prática, este documento é apresentado com: 

  • cálculos de tempo de contribuição;
  • valores de aposentadoria com a média atual de contribuição;
  • projeções de futuro;
  • valores de investimento e tempo de recuperação do investimento;

Todos os cálculos são baseados no seu histórico de trabalho e contribuições e nos seus documentos previdenciários e trabalhistas.

Depois da reforma da previdência, várias regras foram modificadas e este documento serve justamente para esclarecer quando é o melhor momento para se aposentar, em qual tipo de aposentadoria (rural, especial, aposentadoria por tempo de contribuição, por idade) e quanto é preciso contribuir para conseguir um valor confortável no futuro.

O profissional responsável por fazer o planejamento previdenciário é advogado especializado em previdência.

Mas, porque procurar um advogado previdenciário se todas as informações da aposentadoria estão disponíveis na internet? Justamente porque é o advogado que conseguirá aplicar as regras para aposentar nos termos da legislação vigente, bem como os cálculos específicos. 

Ele entende como funciona todo o processo da aposentadoria e vai te entregar tudo detalhado do que é preciso fazer para seguir no caminho para alcançar a aposentadoria mais cedo e com um retorno mais satisfatório.

Alguns dos documentos que o advogado confere para fazer o planejamento previdenciário, são:

  • CNIS;
  • Carteira de trabalho;
  • Guias de recolhimento de INSS;
  •  Ficha funcional e ficha financeira quando tem serviço público envolvido;
  • Certidão de tempo militar se teve prestação de serviço militar;
  • Imposto de renda, declaração de imposto de renda, CNPJ, contrato social e etc, é para quem é empresário, autônomo e tem o tempo para comprovar.
  • Perfil Profissiográfico Previdenciário – PPP (para quem pode ter direito a aposentadoria especial)

Confira a seguir outras vantagens de se fazer o planejamento previdenciário.

Quais as vantagens de fazer o planejamento previdenciário

Agora que você já entende como funciona o planejamento e do que se trata esse estudo. Veja abaixo as principais vantagens de investir neste serviço:

Aposentadoria adequada

A segurança de você saber o valor que você receberá quando se aposentar é um dos principais benefícios do planejamento previdenciário.

Além disso, evita que você passe mais tempo do que o necessário contribuindo, demorando mais para que consiga se aposentar.

Aumento no valor da aposentadoria

O valor do benefício que você irá receber do INSS nem sempre é o correto. Algumas vezes a instituição pode apresentar erros nos cálculos, por isso, é importante que você saiba exatamente o que vai ganhar de acordo com a sua trajetória de contribuinte.

Outros pontos influenciam também o cálculo do valor a ser recebido, como por exemplo, erros das empresas que podem deixar de recolher o INSS durante algum tempo. Isso acaba também contabilizando para que o valor da aposentadoria seja menor.

Por isso, o planejamento é um serviço que entende esse cálculo e oferece estratégias para que você consiga aumentar esse valor, adequando-o de acordo com o que você deseja para o futuro. Isso, claro, sem ultrapassar o teto máximo do valor da aposentadoria do INSS.

Menor contribuição com maior ganho financeiro

De acordo com o seu CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais) e as projeções do planejamento previdenciário, é possível entender se você não está contribuindo acima do necessário para receber o mesmo valor de aposentadoria. 

Isto quer dizer, você pode contribuir com um valor menor do que atualmente faz e ainda assim receber o valor que espera lá na frente. Isso tem a ver com as regras de aposentadoria. De acordo com as regras de cálculo das hipóteses de aposentadoria, para ter um bom benefício, não é necessário contribuir com o valor mais alto. 

Para quem é indicado o planejamento previdenciário

Este tipo de serviço é indicado para qualquer profissional que trabalhe em regime CLT, seja servidor público, autônomo ou liberal, independente do tempo de contribuição.

Também é indicado para quem é contribuinte por conta própria, e quanto mais cedo é realizado o planejamento previdenciário, mais chances de alcançar um benefício melhor.

Porém, é preciso frisar que o momento ideal para realizar um planejamento previdenciário é antes de entrar com o pedido de aposentadoria, mas se você já entrou com o seu pedido e ele ainda está em análise ou se foi deferido com um valor que você acredita ser menor do que tem direito, faça um planejamento previdenciário agora mesmo e dica de especialista, não saque a aposentadoria até ter certeza que o valor está correto. Caso contrário teremos que fazer uma revisão de aposentadoria e não um planejamento previdenciário.  

Qual o valor do planejamento previdenciário

Os valores de honorários advocatícios seguem as diretrizes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), sendo definida uma média do que se cobra no mercado. 

No entanto, não há a possibilidade de falar sobre valores sem o diagnóstico do seu caso. Por isso, você deve entrar em contato com um advogado previdenciário e expor os seus medos relacionados a sua aposentadoria, as suas dúvidas, bem como do seu histórico de trabalho e contribuição. 

Isto é necessário porque cada caso pode apresentar uma complexidade diferente e cada profissional exerce seu trabalho com um valor diferente, portanto, é difícil divulgar um valor exato para este tipo de serviço.

O que você deve ter em mente é que, após a realização do planejamento previdenciário, você consegue potencializar as suas chances de ter uma quantia maior para o seu benefício. Dessa forma, no final, o investimento com o planejamento terá valido muito a pena, pois com certeza você terá um retorno muito maior. 

Não perca mais tempo e nem oportunidade, aproveite o melhor benefício para garantir um futuro confortável junto com a sua família. Conte conosco para isso. Somos um escritório de advocacia com profissionais especializados em previdência e prontos para traçar as melhores estratégias para garantir seus direitos de segurado. Clique aqui e converse online com nossos especialistas.

Sobre o autor